• Ajude-nos a Alimentar as Famílias de Portugal

Outras áreas de apoio

DLCB - DESENVOLVIMENTO LOCAL DA BASE COMINITÁRIA


A Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação de Vila Nova de Gaia viu aprovado em 2015 um DLBC Urbano.

O DLBC Urbano Gaia (Desenvolvimento Local de Base Comunitária) é uma abordagem territorial, através da qual são implementadas Estratégias de Desenvolvimento Local (EDL) - planeamento estratégico de desenvolvimento local para um determinado território no período de programação dos fundos comunitários de 2014-2020, elaborado por um Grupo de Ação Local que reune um conjunto de parceiros locais representativos do tecido social e económico do território, visando o desenvolvimento, diversificação e competitividade da economia e melhoria das condições de vida da população, apoiada por dois Fundos Comunitários, FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional) e FSE (Fundo Social Europeu).

Pretende-se promover uma resposta aos elevados níveis de desemprego e índices de pobreza, através da dinamização económica local, da revitalização dos mercados locais e da busca de novas respostas a problemas de pobreza e de exclusão social em territórios desfavorecidos em contexto urbano.

O Desenvolvimento Local de Base Comunitária entreve em três áreas, nomeadamente:

  • Promoção da empregabilidade dos grupos populacionais com empregabilidade difícil;
  • Apoio à criação de empresas através do desenvolvimento de um sistema de relações facilitadoras desse processo;
  • Combate ao insucesso, absentismo e abandono escolar.

Freguesias abrangidas pelo DLBC Urbano Gaia: Vilar de Andorinho, Canelas, Pedroso e Seixezelo, Serzedo e Perosinho, Mafamude e Vilar do Paraíso e Grijó e Sermonde.

Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

 

APARTAMENTO PARTILHADO 


 É um serviço de suporte habitacional que visa abrir portas a pessoas em situação de sem abrigos, pessoas sem teto ou casa, que numa fase de transições na trajetória de autonomização não tenham aonde habitar.
Tem como objetivos:

  • Promover a inclusão da pessoa em situação de sem abrigo;
  • Garantir alojamento partilhado;
  • Promover a autonomia responsabilização, empoderamento e inclusão social;
  • Desenvolver competências especificas de vida;
  • Criar condições para a procura ativa de alojamento próprio.

 

 CENTRO DE ALOJAMNETO DE EMERGÊNCIA SOCIAL 


 O centro de alojamento de emergência é uma resposta social destinada ao acolhimento urgente e temporário de indivíduos adultos ou famílias em situação de especial vulnerabilidade e desproteção social. Tem como objetivo intervenção adequada na crise, por forma a criar uma alternativa exequível, em tempo útil, ao alojamento de emergência, tendo em vista o seu posterior encaminhamento para a resposta mais adequada a inserção social.
Quanto á intervenção ao acolhimento importa, também, ter como objetivo estratégico a aquisição de competências, aí nível da organização de vida.
Público-alvo: pessoas e/ou famílias em situação de vulnerabilidade e desproteção social
Com capacidade de 18 camas, o centro oferece um alojamento de carácter temporário de 3 meses à 6 messes, prorrogável, em situações excecionais.
São assegurados os serviços:

  • Alojamento transitório e temporário;
  • Alimentação (pequeno-almoço; almoço; Jantar e eventual reforço alimentar de produtos de limpeza);
  • Serviços de higiene pessoal;
  • Serviço de lavandaria
  • Serviço de limpeza geral, partes comuns e fornecimento de equipamento de produtos de limpeza;
  • Serviços de acompanhamento técnico durante o período de permanência.

 

 PLANO DE ACOLHIMENTO AOS REFUGIADOS


 É um ato geral que visa ajudar os refugiados na presente crise humanitária, a cruz vermelha da Delegação de Vila Nova de Gaia ajuda a promover um movimento de acolhimento, de apoio e de integração de crianças refugiadas e das suas famílias.
É garantido o apoio de emergência:

  • No alojamento em habitação adequada à dimensão do agregado familiar;
  • No acesso à educação;
  • No acesso a cuidados de saúde
  • No acesso ao ensino da Língua Portuguesa;
  • Na inscrição na Segurança Social; Finanças e Centro de Emprego.

 

 MERCADO SOCIAL - NOSSO MERCADO


 É uma ação que prevê a assistência alimentar a grupos vulneráveis da população, desfavorecidos e carenciados financeira e economicamente. Visa contribuir para a integração económica e social desta população na comunidade, através da distribuição alimentar gratuita e da recolha e armazenamento de géneros alimentares e outros bens.
Este serviço assenta na promoção da autonomia e responsabilidade, correspondendo a uma resposta mais digna e adaptada ás necessidades da população.

 

LOJA SOCIAL


A Loja Social é uma loja de solideriedade social baseada no conceito re-use! Com o apoio incondicional de um grupo de voluntários, a loja disponibiliza, a baixo preço, vestuário, calçado, roupa e bric-a-brac.

Os artigos para venda na Loja Social são provenientes de donativos de inúmeros particulares e empresas e a receita da sua venda reverte a favor da missão da Cruz Vermelha Portuguesa no concelho de Vila Nova de Gaia.

Horário: 2º/4º/6ª  feira das 14h30 às 17h30

SELF E LAVANDARIA


A "Self e Lavandaria" foi criada em outubro de 2001 nos termos da portaria 348-A/98 de 18 de junho, política ativa de emprego promovida pelo  IEFP  (Instituto de Emprego e Formação Profissional ).

Atualmente, a "Self e Lavandaria" tem como missão a confeção de refeições e tratamento de roupa para instituições de solideriedade social, hotelaria, restaurantes, centros hospitalares, entre outros, dos concelhos de Vila Nova de Gaia e Porto que garanta qualidade, bem como flexibilidade e eficiência no serviço de entrega e recolha.

Horário: das 9h às 18h

  

 

 

 


Partilhar
Powered by jms multisite for joomla